Confira Nossas Novidades

assine nossa newsletter para receber informações no seu e-mail

Projeto Palhateenfônicos ensina humanização e palhaçaria a crianças

O projeto Palhateenfônicos, banda infantil que tem o objetivo de ensinar humanização e palhaçaria através da música, surgiu como uma forma de trazer os filhos dos voluntários da Hospitalhaços para dentro da ONG.

A proposta de realização do projeto se iniciou quando os integrantes do Palhacinfônicos, banda da entidade que faz apresentações musicais nos hospitais, decidiu aproximar os filhos dos voluntários da realidade do trabalho dos palhaços.

O Palhateenfônicos será realizado quinzenalmente, em encontros com duração de uma hora e meia e iniciou no dia 22 de abril de 2017. Dentre as atividades, serão realizadas contação de histórias, malabarismo, utilização de fantoches, mágica e brincadeiras diversas. Quanto à parte musical, as crianças terão contato com diversos instrumentos como flauta, chocalho, percussão, buzinas e também canto.

Além do estímulo à criatividade e ao interesse pela música, as aulas ensinarão, de forma lúdica, a importância do comprometimento com o próximo, como uma forma de transformar as crianças em adultos cada vez melhores, preparando-as para serem futuros voluntários convictos de sua missão.

A integrante do Palhacinfônicos, Adriana Mendonça Thomaz, a palhacinha Pimentinha, explica que o projeto busca, entre outras questões, demonstrar a diferença entre a atividade dos voluntários da ONG do palhaço de circo. “Vamos mostrar que o palhaço da entidade usa figurino e maquiagem diferente e é aquele que acolhe, não o que tira sarro.”

Quando começou – O projeto Palhateenfônicos foi apresentado para os familiares das crianças no dia 8 de abril, e todos eles também participaram. Foram realizadas dinâmicas que envolveram os pais e as crianças e também atividades com fantoches e música. De acordo com Adriana, o saldo foi positivo. As crianças se envolveram, demonstrando interesse pelo projeto, e os pais saíram satisfeitos da reunião.

Josué Luciano Smith, o palhaço Eufônio, pai de Wesley, Wendel e William, inscritos para participar das aulas da banda infantil, conta que o interesse das crianças começou quando Josué trazia eles para assistir os ensaios do pai para os Palhacinfônicos. De acordo com o palhaço Eufônio, que já atua pela ONG há 4 anos, “a emoção por compartilhar com os filhos a vivência do hospital é muito grande”.

De acordo com Adriana, a intenção é de, futuramente, ampliar o projeto para atender filhos de voluntários da Hospitalhaços de 11 a 15 anos, para contemplar todas as idades de crianças e adolescentes menores de 16 anos. A ideia é fazer com que eles passem pelo Palhateenfônicos e, ao completar 16 anos, com autorização de responsável, atuem voluntariamente como palhaços nos hospitais.

No final do ano, no evento de comemoração e homenagem aos voluntários da Hospitalhaços, as crianças farão uma apresentação musical para mostrar o que aprenderam durante as aulas. Os integrantes do Palhacinfônicos também participarão do evento.

Deixe um Comentário