Confira Nossas Novidades

assine nossa newsletter para receber informações no seu e-mail

Hospitalhaços participa do programa Encontro com Fátima Bernardes

Por: Larissa Pan

A participação da Hospitalhaços no programa Encontro com Fátima Bernardes, que foi ao ar às 10h50 do dia 07 de Agosto de 2018, foi motivo de muito orgulho para todos, afinal, a dedicação para tornar ainda mais conhecido o trabalho de humanização no ambiente hospitalar realizado pelos 660 voluntários da ONG é focado e contínuo. Com tanto empenho de todos os lados, onde cada um – voluntários, formadores, gestores e colaboradores – exerce seu papel, a resposta só poderia ser positiva, chegando a congestionar as ligações para a sede após dois minutos de exibição do programa em rede nacional por pessoas que queriam fazer parte deste projeto e saber mais sobre a associação. Para se ter uma ideia, o programa matinal chega a atingir 7 pontos de audiência, o que equivale a ser visto por mais de 4,8 milhões de telespectadores, segundo o IBOPE.

Para assistir o programa, clique aqui.

 

 

 

 

 

 

Fabi no ar – Quem se sentou ao lado de Fátima Bernardes para contar a história de vida que a levou a ser voluntária da Hospitalhaços foi a Fabiana Piguini, que atua há três anos no Hospital de Clínicas da UNICAMP. O assunto do dia foi como o riso tem efeito imunológico benéfico à saúde e ninguém melhor do que ela para contar sobre o benefício do riso, já que viveu essa experiência tanto como paciente quanto como voluntária. Também participaram da conversa o ator Antônio Fagundes, a atriz Talita Younan, o grupo de pagode Ferrugem e seus parceiros de programa André Curvello e Doutor Fernando Gomes Pinto.

 

 

 

 

 

Fabiana contou que ir para a cidade maravilhosa participar do programa “foi muito bacana, uma experiência diferente do que a gente vive no dia-a-dia. Com todas as despesas pagas pela Globo, Fabiana relata que embarcou para o Rio de Janeiro na segunda-feira à noite e, chegando lá, o translado a encaminhou até o Hotel Novotel Rio de Janeiro Parque Olímpico. “Na manhã da terça-feira o motorista me buscou novamente e me levou ao estúdio. Chegando aos Estúdios Globo, fui encaminhada para o camarim e encontrei o pessoal da produção que explicou como seria a pauta do programa e como é a abordagem da Fátima Bernardes. Em seguida fui para a maquiagem”. Observadora, Fabiana ainda contou que  e a maquiadora era muito legal e que bateu um papo com ela, contando várias histórias do camarim.Além da Fabiana, a Raquel Paiva, que cuida do administrativo da Hospitalhaços no Rio de Janeiro, também foi no Estúdio e participou da plateia.

 

 

 

 

 

 

 

 

Fabiana relatou no palco que passou por um momento muito difícil há cinco anos, quando precisou de um transplante de fígado, e que foi durante sua internação que recebeu a visita da Hospitalhaços e que descobriu um novo motivo para se alegrar e motivar outras pessoas. “Eu nunca imaginei que isso repercutiria na TV em âmbito nacional, que alcançaria tantas pessoas. Eu acredito que todas as coisas tem um propósito, e se eu tinha que passar por isso era por alguma razão, como ter conhecido a ONG”, reflete a voluntária.

Bastidores – Quando a gente fala em TV aberta, não tem como negar que a primeira que vem à nossa mente é a Globo. E quem é da área de Comunicação sabe que realmente essa é a menina dos olhos de todos os assessorados. “Participar de um programa da Globo é sinal de credibilidade, afinal, eles são extremamente criteriosos para colocar uma fonte em rede nacional. Veja, por exemplo, como foi no caso do Estrelas Solidárias com Angélica, que ficaram três meses antes fazendo todo tipo de levantamento e estudo para finalizar a pauta”, revela Carolina Alvarez, assessora de imprensa da Hospitalhaços. E com o Encontro com Fátima Bernardes não foi diferente. Carol conta que vem trabalhando há dois anos diretamente com a produção do programa sugerindo pautas, oferecendo fontes e que muitas vezes nem recebia resposta. “Já tivemos uma oportunidade e, por algum motivo, a pauta não virou, mesmo assim não desistimos e sempre mantivemos contato, até que neste mês, após mandar uma nota falando sobre a formatura da equipe do Rio de Janeiro, tivemos a procura do produtor pedindo personagem para a matéria sobre ‘como o sorriso reduz o tempo em que o paciente fica internado’”, conta Carol. “Foi uma loucura porque tivemos alguns contratempos, mas o que importa é que no final tudo deu certo e a Hospitalhaços conseguiu um espaço que provavelmente vai abrir muitas portas, e fico feliz por fazer parte dessa conquista”, finaliza.

 

Deixe um Comentário